sexta-feira, 26 de junho de 2015

Como fazer um tripé caseiro com regulagem de altura e inclinação da câmera - Vídeo


Oi gente!!!
 
Hoje eu vou mostrar a vocês como fazer bem rapidinho esse tripé que sai super barato, é muito fácil de fazer além de muito prático porque tem regulagem de altura e de inclinação da câmera, podendo atingir de 1,30m até 1,80m aproximadamente. Eu que "desenvolvi" esse modelo, porque eu era inexperiente quando comprei o meu tripé e comprei um que não fica muito alto. Então, como não queria comprar outro, tentei fazer tripés caseiros que achei na internet, mas eles não eram muito bons, então tive que ir "inventar" um. :)
 
Com o tempo de uso fui aprimorando até chegar nesse aí, que eu uso e me serve bem. Espero que sirva para vocês também.
 
Acho que o vídeo está bem explicado e a lista completa dos matérias segue logo abaixo.
  

         
  

 Materiais

Para prender a câmera:
- 1 peça em "L" que tenha 1 furo pelo qual passe um parafuso de 1/4"
- 1 parafuso de 1/4" com 3cm de comprimento
- 2 porcas de 1/4"
- 1 parafuso de 4cm de comprimento que passe pelo outro buraco da peça em "L"
- 1 arruela para o parafuso de 4cm
- 1 porca borboleta para o parafuso de 4cm

Para prender os pés:
- 3 "L" para cortina que tenham o mesmo tamanho
- 4 parafusos com 5cm de comprimento que passem pelo buraco do "L"
- 3 porcas borboleta que sirvam nos parafusos
- 6 porcas comuns que sirvam nos parafusos
- 1 peça cilíndrica e dura (você deve conseguir passar o cabo de vassoura por ela, mas sem ficar folgado)(usei uma luva de cano de PVC).
- 4 cabos de vassoura
Material de apoio: furadeira, fita métrica, canetinha, alicate, chave de fenda, tesoura, serrote e uma lixa d'água para lixar os cabos de vassoura depois de furar e tirar alguma rebarba de madeira.

Espero que gostem!!


 

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Sorvete de Iogurte e frutas #Criança na Cozinha

Hoje a Juju ensina uma receita que pode ser feitas por crianças e ainda é muito saudável. Este sorvete
é feito com iogurte natural e frutas, usando banana para engrossar e pode ser adoçado ou não, dependendo do seu gosto e das frutas utilizadas.
 
Além disso, fica pronto na hora, pois usa frutas picadas e congeladas. Assim, a criança não precisa ficar esperando o sorvete ficar pronto. Mas esta receita não é só para criança não, os adultos que desejam manter a forma sem abrir mão de uma sobremesa deliciosa vão amar este sorvete.
 
    Veja a receita em vídeo
 

 
 
Espero que gostem e até a próxima!
 
 
 

Bolo de Milho Verde - Fácil e fofinho

Hoje eu trago para vocês a receita de um delicioso bolo de milho verde, super fofinho e feito apenas
com o bagaço do milho, que sobrou do curau, por exemplo. O segredo para que ele fique tão fofinho é coar o bagaço usando um pano de prato limpo, para deixar completamente sem umidade.
 
    Veja a receita em vídeo
 

 
 
Se preferir, segue abaixo a receita passo a passo
 
 
Ingredientes
4 ovos
3 colheres de sopa de açúcar
4 colheres de sopa de manteiga
1 lata de leite condensado
2 colheres de sopa de fubá (bem cheias)
Bagaço de seis espigas de milho (espremido em um pano de prato
para tirar todo o líquido)
1 colher de sopa de fermento em pó
Modo de Fazer
Primeiramente, ligue o forno a 180°. Depois unte com margarina uma forma de furo no meio, de aproximadamente 22 cm de diâmetro e enfarinhe com fubá ou farinha de trigo. Em seguida, bata os ovos, o açúcar, a manteiga e o leite condensado no liquidificador por uns dois minutos, até que esteja bem homogêneo. Adicione o fubá e o bagaço do milho e bata por mais uns 10 minutos. Junte o fermento e bata rapidamente.
Leve ao forno pré-aquecido a 180° por 50 minutos ou até que ao enfiar um palito ou uma faca ela saia limpa. Desenforme depois de frio.
Fica muito fofinho e delicioso. Espero que gostem!
Veja também o vídeo do Curau de milho verde
 
 

Receita de Curau de Milho Verde

Hoje tem um delicioso curau de milho verde, de sabor suave e muito delicado. Uma receita fácil e
rápida, porém preservando o sabor mais tradicional.
O segredo para a suavidade do sabor está em coar o milho usando um pano de prato muito bem lavado e umedecido em água. Assim, o resultado é um curau leve e delicioso. Vale lembrar que esta receita é chamada no Nordeste de canjica e o que no Sudeste é conhecido como canjica lá é chamada de mugunzá.




Veja o vídeo:


 
 
Se preferir, segue a receita passo a passo:
 
Ingredientes

6 espigas de milho verde
300ml de manteiga
1/3 de xícara de açúcar
canela para polvilhar


Modo de fazer

Primeiramente, rale as espigas de milho. Se preferir, você pode retirar os grãos de milho do sabugo usando uma faca e bater os grãos no liquidificador com 150ml de leite. Caso você tenha ralado o milho, apenas misture os 150ml de leite ao milho ralado.
 
Em seguida, coe a mistura usando o pano de prato. Use um escorredor ou uma peneira como apoio para que o pano de prato não caia para dentro da panela. Esprema o pano com cuidado até que todo o líquido tenha escorrido e o bagaço esteja bem sequinho dentro do pano. Reserve o bagaço para fazer um delicioso bolo de milho.
 
Junte os demais ingredientes ao líquido coado e leve a mistura ao fogo. Começará a engrossar depois de uns 5 minutos, mas você deve mexer sempre, por uns 20 minutos, até cozinhar. Desligue o fogo e passe para o recipiente que desejar. Se for servir quente, porções individuais, como ramequins, são perfeitas. Se desejar servir frio poderá também usar um refratário. Neste caso, molhe ligeiramente o interior do mesmo antes de despejar o curau, o que vai facilitar na hora de servir. Polvilhe um pouco de canela em pó por cima. Fica muito bonito decorado com canela em pau.
Espero que gostem!!!
 

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Maçã do Amor

Aproveitando que as festas juninas estão chegando, trago hoje uma receita de maçã do amor.
Como sou apaixonada por essa delícia doce e romântica testei as variações da receita até chegar à melhor. Surpreendentemente, é a mais simples também. Bom, vamos a ela...


                                                                                                                                 








Se preferir, veja o vídeo

 
Ingredientes:
 
300g de açúcar
150ml de água
1 colher de sopa de vinagre
1 coler de sobremesa de corante alimentício ( prefiro a cor bordô, mas pode ser o vermelho também)
Maçãs (esta quantidade banha de 4 a 6 maçãs, dependendo do tamanho)
Palitos (pode ser usado o de churrasco, mas o de picolé ou sorvete é melhor)
 
Obs: A proporção será sempre uma medida de açúcar e metade de água. Se for fazer uma quantidade maior você deverá aumentar o vinagre e o corante proporcionalmente. Lembre-se que aumentando a quantidade de calda aumentará também o tempo que levará para chegar no ponto de caramelizar.
 
Modo de preparo:
Lave e seque muito bem as maçãs. Tire os cabinhos e espete o palito no local onde estavam. Unte com óleo de cozinha o prato ou a travessa onde você vai deixar as maçãs após caramelizadas, lembrando de retirar o excesso com um papel toalha. Unte também um pires, que será usado para verificar o ponto da calda. Leve ao fogo, preferencialmente em uma panela funda para facilitar o trabalho, o açúcar, a água, o vinagre e o corante. Pode deixar em fogo médio até iniciar fervura. É muito importante NÃO mexer nem colocar a colher dentro da panela após ligar o fogo para que a calda não açucare.
Quando levantar fervura, marque o tempo e deixe no fogo mínimo. Demora um pouquinho mais, mas é muito melhor para ver o ponto e para caramelizar as maçãs sem que a calda queime. O tempo para atingir o ponto certo varia, comece a verificar o ponto a partir de 15 minutos de fervura. Com uma colher, derrame um pinguinho da calda no pires untado, quando o pinguinho esfriar, você deve ser capaz de retirá-lo do pires e quando jogá-lo de volta fará um barulho como de uma pedrinha. Além de fazer o barulho, você deve conseguir apertar sem que ele deforme e quando você morder a gotinha ela deve estar quebradiça e não deve mais estar grudando no dente. Então, estará no ponto. Desligue o fogo e caramelize as maçãs o mais rapidamente possível, mas escorrendo bem a mesma para que não forme uma crosta grande na parte inferior dela. Se você demorar e a calda começar a esfriar, vai ficar mais grossa e fazer uma casca mais dura e difícil de morder.
Quando provar o ponto da calda, preste atenção para ver se não está amarga, o que significaria que a mesma passou do ponto e não deverá ser usada. Você também pode jogar o pinguinho de calda em um copo com água para verificar o ponto. Deverá estar firme e fazer barulho da mesma forma quando cair no pires. Tenha cuidado na hora de testar o ponto e ao trabalhar com a calda, pois ela fica muito quente e a queimadura de açúcar é muito perigosa e dolorida.
Algumas receitas usam cremor tártaro e /ou glucose de milho, mas eu não uso porque acho que eles fazem com que a casca da mação derreta mais rapidamente.
Você pode embalar com celofane. Se guardada na geladeira logo após ser embalada, dura até 2 dias. Em temperatura ambiente, pode começar a derreter após aproximadamente 5 horas.
 
Espero que gostem e até a próxima!!

Maçã do amor - Veja o vídeo no youtube
Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...