filhos livros infantis

O gato de botas - Não recomendo!

00:22:00Luciana da Silva

Hoje fui fazer minha carteirinha e da minha filha na Biblioteca Pública aqui de Jundiaí, muito boa por sinal. Minha filha, que tem 2 anos, se encantou com o livro "O Gato de Botas", do escritor francês, considerado o pai da literatura infantil, Charles Perrault e publicado pela primeira vez em 1697. Esta é uma versão muito bonita, de capa dura, que vem inclusive com dedoches dos personagens.

Os olhos dela brilharam quando viu o livro! Não me lembrava mais da história e resolvi levar emprestado. Chegando em casa, ela foi logo pedindo para ler o livro. Foi só eu começar para tomar um susto.

Para quem também não lembra, um pai deixa um gato de herança para o filho mais novo, que fica desanimado pois acha que ele não lhe seria útil para nada. Acontece que ele não sabe que o gato fala....e como fala. Eu até diria que o tal gato fez escola com alguns dos políticos  e espertalhões que nós brasileiros conhecemos bem. Ele começa a enviar presentes para o rei em nome de seu mestre, dando aos pequenos uma verdadeira aula de bajulação. Obriga, com ameaças, os camponeses a mentir e falar para o rei que o tal Marquês (título que o gato inventa para o rapaz) é dono de muitos terras e engana um ogro para  ficar com seu castelo para seu senhor. Com todas as suas artimanhas, consegue que seu dono se case com a filha do rei e se torne realmente muito rico. O moço está ocupado demais namorando a princesa e colhendo os frutos das armações do gato para se importar com o modo como tudo isso foi conseguido. A história termina assim...e eles foram felizes para sempre, graças ao gato.

Fiquei passada e fui logo disfarçando a história e usando os dedoches para distrair minha filha e afastá-la do livro. Queria falar também que a idéia dos dedoches é maravilhos e vale à pena conhecer os outros livros com este tipo de instrumento para ajudar as crianças a assimilar a leitura.

Que aula de mau comportamento!! Que impressão uma história assim pode deixar em crianças pequenas e com a personalidade em formação?


You Might Also Like

2 comentários

  1. Obrigada, vc que é hiper simpatica!!!
    Sobre esmaltes, tente uma vez tenho certeza que vc vai amar o azul!! No inicio é estranho agora não vivo sem cor!!!

    Nossa sério que é isso que o livro conta!!?? Não me lembro dessa historia só liquando criança!! Fiquei passada!

    bjooo
    http://castro-pri.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Pois é, menina, o fato de uma personagem que usa esse tipo de artifícios ser tratado como o herói é muito chocante em uma história infantil, não é mesmo?
    Bjs e volte sempre!

    ResponderExcluir

Popular Posts

Flickr Images

Formulário de contato